9 de agosto de 2017

Segundo o regime do Ki Jogo -ruin um plano para ataque a Guam sai ainda esse mês

Coréia do Norte diz que plano para atacar Guam estará pronto até meados de agosto

KRT via AP Video, Arquivo
A Coréia do Norte também afirmou que a ameaça do presidente Trump de "fogo e fúria" era uma "falta do ter o que fazer" e "apenas a força absoluta" em relação aos EUA pode ser efetiva.
A Coreia do Norte desenvolverá um plano neste mês agosto para lançar quatro mísseis de alcance intermediário no território dos EUA de Guam. A informação foi divulgada pela Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA) nesta quarta-feira (9).
O plano de ataque deverá ainda ser aprovado pelo indiscutível líder norte-coreano Kim Jong-un.
Os foguetes Hwasong-12 a serem lançados pelo Exército Popular comunista norte coreano atravessarão o céu acima das regiões de Shimane, Hiroshima e Koichi do Japão", informou a KCNA, citando o general Kim Rak Gyom, comandante da Força Estratégica do Exército norte-coreano.

Ainda de acordo com a KCNA, Pyongyang disse dque é "impossível dialogar com Trump" e que "apenas a força absoluta" pode exercer influência sobre ele. 
"Os mísseis cairão na água a 30 ou 40 quilômetros de Guam", disse a fonte.
As relações entre a Coreia do Norte e os EUA deterioram-se drasticamente nos últimos dias. Foi relatado que Pyongyang estaria considerando a possibilidade de um ataque de mísseis em uma base militar dos EUA na ilha de Guam. Em resposta, o presidente norte-americano Donald Trump ameaçou a Coreia do Norte com "fogo e fúria como o mundo jamais viu" em caso de uma nova ameaça aos EUA. 
A região de Guam é um território norte-americano não incorporado na Micronésia, localizado na extremidade sul das Ilhas Marianas, no oeste do Oceano Pacífico. As instalações militares na ilha estão entre as bases americanas de maior importância estratégica no Pacífico Ocidental.



Nenhum comentário:

Postar um comentário