9 de agosto de 2018

Resposta de Israel aos ataque do Hamas

Depois de 150 foguetes do Hamas, o alto comando do IDF pesa operação em larga escala contra o Hamas



O Comando Geral das IDF conferiu na noite de quarta-feira, 8 de agosto, uma operação militar em larga escala contra o Hamas depois de lançar uma barreira ininterrupta de 150 foguetes contra Israel. A cidade de Sderot levou quatro golpes diretos e oito feridos. O Iron Dome interceptou quatro. Os outros desembarcaram nos conselhos de Eshkol, Shear Hanegev e Hof Ashkelon, a maioria em terreno aberto. No entanto, uma dúzia de pessoas foram levadas para o hospital com sintomas de traumatismo enquanto as sirenes soavam hora após hora. Os ataques aéreos de Israel visaram uma fábrica de componentes de túneis, um túnel de terror marítimo na costa, vários complexos militares, incluindo uma instalação para a fabricação de foguetes e outras armas, bem como um depósito logístico central. Os moradores das comunidades a 7 km da Faixa de Gaza foram obrigados a permanecer em bairros fortificados. Os acampamentos de verão das crianças na quinta-feira serão realizados apenas em locais com abrigos.

Fontes militares da DEBKAfile relatam que a reunião do Comando Geral das FDI na quarta-feira à noite tem pouca opção a não ser lançar uma operação militar em larga escala contra o Hamas na Faixa de Gaza. Isso exigiria uma incursão terrestre. Decidiu-se manter a operação o mais curta possível, com o objetivo principal de expulsar o Hamas da fronteira com Israel e dar um golpe doloroso o suficiente para os terroristas implorarem por um cessar-fogo. Os líderes da IDF esperam que isso cure os líderes do Hamas da crença de que eles podem ditar as regras do jogo, como tem feito até agora. Os generais estão levando em conta que a barragem de foguetes se espalhará por outras partes de Israel no decorrer da operação. A conferência do Comando Geral continuou na quarta-feira à noite.

9 comentários:

  1. Só uma correçao: os terroristas aí nessa história sao os sionistas...

    ResponderExcluir
  2. Exatamente,os terroristas sao 100% os judeus sionistas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkk, verdade. A putaiada do candelabro mente o tempo inteiro.

      Excluir
  3. Gente Israel é o povo de Deus.Lembre-se todos tem telhado.

    ResponderExcluir
  4. Esse Israel atual não tem nenhum vínculo com Deus!vá procipro se informar se senhor ou senhora anônimo.

    ResponderExcluir
  5. Se Israel fosse terrorista, estaria tomando a inicuaitii de atacar. Mas o que faz é apenas se defender e revidar para previnir.

    ResponderExcluir
  6. Bolsonaro Presidente está com Israel.
    Agora uma pergunta. Quem anda cometendo atentados no mundo? Leiam história a partir de 1947 e depois venham opinar aqui contra Israel.

    ResponderExcluir