13 de janeiro de 2018

Países buracos de merda

Dep.Estado adverte: Evitem viajar a países buracos de merda 


    Avisos de viagem revelam que alguns países são perigosos buracos de merda
    Kit Daniels
    Prison Planet.com
    12 de janeiro de 2018

    O Departamento de Estado recomenda que os cidadãos dos EUA evitem viajar para países do terceiro mundo, a mídia dominante afirma que o presidente Trump se referiu como "buracos de merda".

    Em particular, o departamento disse que os viajantes devem "reconsiderar" ir ao Haiti "devido a crimes e transtornos civis".

    "O crime violento, como o assalto à mão armada, é comum", adverte o Departamento de Estado. "A polícia local pode não ter recursos para responder efetivamente a incidentes ou emergências criminais graves".

    "Protestos, queimaduras de pneus e bloqueios de estradas são freqüentes e muitas vezes espontâneos".
    O crime no Haiti é tão ruim que o pessoal da embaixada está proibido de caminhar em certos bairros.
    Agora, de acordo com o Oxford Dictionary, um shithole é definido como:
    Um lugar extremamente sujo, gasto ou de outra forma desagradável.
    "Este lugar é um shithole, espero que você saiba que '
    Pronúncia
    shithole / ʃɪthəʊl /
    Na verdade, parece que o Haiti é pior do que um shithole, dada essa definição, mas há nações africanas ainda mais perigosas do que o Haiti, como a República Centro-Africana.
    "Não viaja para a República Centro-Africana (CAR) devido a crimes e transtornos civis", diz o Departamento de Estado. "O crime violento, como assalto à mão armada, bateria agravada e homicídio, é comum".
    "Grandes áreas do país são controladas por grupos armados que regularmente seqüestram, ferem e / ou matam civis. Em caso de agitação, o aeroporto, a fronteira terrestre e os fechamentos rodoviários podem ocorrer com pouco ou nenhum aviso ".
    Somália, no entanto, parece ainda pior devido ao terrorismo e à pirataria.
    "Os terroristas continuam a tramar seqüestros, bombardeios e outros ataques na Somália", adverte o Departamento de Estado. "Eles podem atacar com pouca ou nenhuma advertência, visando aeroportos e portos marítimos, edifícios governamentais, hotéis, restaurantes, áreas comerciais e outras áreas onde grandes multidões se reúnem e os ocidentais freqüentam, bem como os comboios do governo, militares e ocidentais ".
    "Os piratas são ativos nas águas do Corno de África, especialmente nas águas internacionais perto da Somália".
    Parece que seria difícil avaliar adequadamente os migrantes de países tão violentos, especialmente quando comparado a algum lugar como a Noruega, que o Departamento de Estado diz que é um país relativamente seguro.
    Mais  Vídeos: Resistance News


    Nenhum comentário:

    Postar um comentário