19 de julho de 2018

EUA e Rússia

Trump: "Algumas pessoas preferem ir à guerra com a Rússia do que se dar bem com Putin"



"Nós nos demos bem, o que realmente incomodou muitos inimigos que queriam ver uma luta de boxe."



Steve Watson
Prison Planet.com
18 de julho de 2018

Após seu aparentemente esclarecido "esclarecimento" dos comentários feitos sobre as agências de inteligência dos EUA na conferência de imprensa de Helsinque, o presidente Trump disparou uma tempestade na quarta-feira declarando que "algumas pessoas ODIAM o fato de eu me dar bem com o presidente Putin".

Trump começou alegando que muitos dentro da comunidade de inteligência, nos escalões superiores, estavam muito felizes com seu desempenho na cúpula.

“Nós nos demos bem, o que realmente incomodou muitos inimigos que queriam ver uma luta de boxe. Grandes resultados virão! ”Trump twittou:
So many people at the higher ends of intelligence loved my press conference performance in Helsinki. Putin and I discussed many important subjects at our earlier meeting. We got along well which truly bothered many haters who wanted to see a boxing match. Big results will come!
O Presidente então afirmou que os resultados positivos sairão da cúpula, como fizeram com o “triunfo reconhecido” da reunião da Otan, onde os estados membros concordaram em colocar mais fundos.
While the NATO meeting in Brussels was an acknowledged triumph, with billions of dollars more being put up by member countries at a faster pace, the meeting with Russia may prove to be, in the long run, an even greater success. Many positive things will come out of that meeting..
Trump então trouxe a Coréia do Norte para o cenário, alegando que a Rússia “concordou em ajudar”, presumivelmente com o processo de se mover em direção à nação desonesta que está abandonando seu programa de armas nucleares.
....Russia has agreed to help with North Korea, where relationships with us are very good and the process is moving along. There is no rush, the sanctions remain! Big benefits and exciting future for North Korea at end of process!
Então veio o kicker.

Depois de ler um "esclarecimento" roteirizado ontem, dizendo que ele tem fé nas agências de inteligência, Trump declarou que os inimigos que sofrem da "Trump Derangement Syndrome" "preferem ir à guerra" com a Rússia do que ver ele e Putin se dando bem.
Some people HATE the fact that I got along well with President Putin of Russia. They would rather go to war than see this. It’s called Trump Derangement Syndrome!
Durante a declaração de esclarecimento, Trump disse: "Em uma frase-chave em meus comentários, eu disse que a palavra 'iria' em vez de 'não'".
"A frase deveria ter sido: 'Eu não vejo nenhuma razão pela qual eu não faria, ou porque não seria a Rússia'", disse o presidente na terça-feira.
“Então, só para repetir, eu disse que a palavra 'iria' em vez de 'não', e a frase deveria ter sido - e eu pensei que talvez fosse um pouco incerto nas transcrições ou pouco claro no vídeo - a sentença deveria ter sido: "Eu não vejo nenhuma razão pela qual não seria a Rússia". Trump afirmou.
O esclarecimento foi amplamente ridicularizado, com a CNN liderando a acusação. A apresentadora Erin Burnett perguntou: "O cachorro também fez a lição de casa?" "O que o presidente Trump acha que somos americanos?"
O ex-diretor da CIA, Michael Hayden, também criticou Trump, alegando que sua tentativa de suavizar a reação apenas "piorou as coisas" para si mesmo.
Gen. Michael Hayden says Trump's press-op yesterday "just made things worse" with the intelligence community. "Who do you think you're kidding?" he asks the President, adding "How dumb do you think we are?" https://cnn.it/2uvOrXh 
"Tudo o que mostrou foi que mais uma vez o presidente dos Estados Unidos vai dizer qualquer coisa que ele acredita que atenda às suas necessidades para o momento preciso em que ele está localizado", disse Hayden, acrescentando que "não está ancorado em nada fora de si mesmo e suas necessidades imediatas. 
“O que você teve foi, francamente, um vídeo sobre reféns com o presidente sob coerção dizendo o que ele tinha a dizer para atender às necessidades das pessoas que, fora das câmeras, estavam fazendo exigências”, admitiu Hayden.

Nenhum comentário:

Postar um comentário