17 de maio de 2019

Armando para os russos

Terroristas da Frente Nusra tramam provocação na Síria para enquadrar o pessoal russo


Jabhat al-Nusra fighter (File)
Terroristas planejam filmar a imitação de sírios sendo envenenados ao lado de estilhaços russos e espalhar o vídeo online na mídia ocidental, informaram militares russos.

Militantes do grupo terrorista Nusra Front estão se preparando para encenar uma provocação de bandeira falsa na província síria de Idlib para enquadrar as Forças Aeroespaciais russas por supostamente atacar civis com armas químicas, informou o Ministério da Defesa da Rússia na sexta-feira.

"Segundo os residentes do assentamento de Serakab, nesta área, militantes da Frente Nusra estão preparando uma provocação com substâncias químicas venenosas e fragmentos de munição de aviação russa ... A provocação tem como objetivo acusar as Forças Aeroespaciais russas de supostamente usar 'armas químicas' contra civis na província de Idlib ", disse em comunicado o Centro de Reconciliação Síria do ministério.

Os militantes estavam planejando filmar o suposto envenenamento de civis ao lado dos fragmentos da munição russa para posteriormente espalhar as imagens pelas plataformas sociais e pelos meios de comunicação ocidentais, acrescentaram os militares.
"A informação recebida pelo Centro de Reconciliação dos moradores do assentamento Serakab foi verificada e confirmada com outra fonte independente", acrescentou o comunicado.

Ataques na Síria Nas últimas semanas, os terroristas aumentaram o número de ataques com bombardeios nas províncias sírias de Hama, Aleppo e Latakia. Eles também estão tentando atacar as posições do exército sírio na região. As forças do governo reagiram impulsionando seus ataques contra terroristas na província de Idlib, visando depósitos, posições de artilharia e postos de observação do grupo terrorista da Frente al-Nusra.

No início do mês, o Ministério da Defesa da Rússia informou que militantes dispararam 12 foguetes da zona de escalada de Idlib, na Síria, em direção à base aérea russa de Hmeymim, na Síria. A declaração veio um dia depois de os militantes terem bombardeado a base aérea de Hmeymim duas vezes, usando vários sistemas de lançamento de foguetes. Todos esses ataques, no entanto, não resultaram em mortes ou destruição.

* Nusra Front é um grupo terrorista banido na Rússia e em muitos outros países.

Um comentário:

Lulosonaro disse...

Cade os fanboys americanos pra falar alguma coisa? Sao eles que financiam e dao armas quimicas para esses terroristas matarem civis.