27 de junho de 2016

Kremlin diz ver Flashback do colapso da União Soviética em colapso europeu pós Brexit


A turbulência no U.K. após a sua referendo Brexit a favor de deixar a União Europeia tem semelhanças com o 1991 do colapso da União Soviética, de acordo com o porta-voz do presidente russo Vladimir Putin.
Embora seja "razoável traçar paralelos diretos," é óbvio que a do Reino Unido está passando por um "período turbulento, confuso e imprevisível", Dmitry Peskov disse a repórteres em uma teleconferência segunda-feira. Rússia "tem vindo a atravessar o colapso da União Soviética e de muitas gerações me lembro claramente o período do colapso da União Soviética, esse período de incerteza."
Rússia de recordar o trauma do fim da União Soviética como o do Reino Unido luta com as consequências de se tornar o primeiro estado membro a optar por deixar a UE, lançando uma sombra sobre o futuro existência do bloco. A URSS foi dissolvida em Dezembro de 1991, mais de 18 meses após a Lituânia levou as repúblicas bálticas em declarar a independência. Os Estados bálticos da Estónia, Lituânia e Letónia aderiram à UE em 2004 e todos os três, desde então adoptado o euro como sua moeda. Putin chamou o colapso da União Soviética "a maior catástrofe geopolítica" do século 20 em 2005.
O rublo subiu a mais entre as moedas de países emergentes, na sequência de óleo na segunda-feira, apara sua maior queda em dois meses na sexta-feira, quando o resultado de choque referendo martelado mercados globalmente. Ele trocou de 0,4 por cento mais forte em 65,3533 por dólar em 15:29, em Moscou.
No "frágil situação atual, um cisne negro pode puxar outros junto com ele", disse o russo Finanças Anton Siluanov sexta-feira em Moscou, referindo-se ao impacto económico dos eventos imprevisíveis raras. decisores políticos russos deve estar pronto para cenários negativos na economia global, disse ele.
O Kremlin está a seguir os eventos de perto, porque de potenciais consequências económicas, embora haja "mais perguntas do que respostas" agora, disse Peskov. A Rússia tem frequentemente instado a U.K. para restaurar os laços nos últimos anos, e ele vai trabalhar para manter boas relações com a UE, uma vez que tem interesse em um "estável, rápido desenvolvimento e previsível" Europa, disse ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário