25 de abril de 2017

Coréia do Norte


Enviado Especial: Coréia do Norte poderia obliterar o mundo com "três ou quatro bombas"



A Coréia do Norte poderia destruir o mundo com apenas "três ou quatro" bombas termonucleares, de acordo com um "representante especial" do governo norte-coreano.


Os EUA "têm muitos mais mísseis do que a Coréia", disse Alejandro Cao de Benos de Les y Perez, um espanhol que serve "representante especial" do Ministério de Relações Exteriores da Coréia do Norte e presidente da Associação de Amizade da Coréia. Entrevista recente. Não é "uma questão de quantidade, mas da potência da detonação. Uma bomba termonuclear é 100 vezes mais poderosa que uma nuclear ".

"Três ou quatro delas são suficientes para acabar com o mundo inteiro", acrescentou.

Cao de Benos, considerado por alguns como um "idiota útil" servindo como um defensor pró-Norte do regime brutal, afirma que a Coréia do Norte é intocável.
"Ninguém vai tocar na Coréia do Norte - se eles o tocam, o povo vai defendê-lo com armas e mísseis", explicou, comentando ainda que "a Coréia está perfeitamente preparada com armas nucleares e termonucleares. Nós temos a bomba H. "

A Coréia do Norte disse ter testado com sucesso uma bomba de hidrogênio em janeiro passado. Os observadores estrangeiros, no entanto, desconfiam das alegações da Coréia do Norte.

Cao de Benos argumenta que tudo o que se diz sobre o Norte é uma "mentira" promovida pelos países ocidentais interessados ​​em prejudicar seus interesses legítimos.

O "representante especial" do Norte, que serve como chefe de uma das principais organizações de propaganda de soft power da Coréia do Norte, fez seus comentários quando os EUA e seus aliados tentam controlar o regime, que lançou oito mísseis este ano. Os EUA enviaram um grupo de ataque da transportadora da Marinha para águas ao largo da Coréia eo governo Trump está trabalhando com a China para aumentar a pressão sobre seu vizinho. Enquanto os EUA estão buscando uma solução pacífica, todas as opções estão na mesa, incluindo a força militar.

A Coréia do Norte ameaçou o domingo derrubar o USS Carl Vinson, o porta-aviões de classe nuclear Nimitz, líder do grupo de ataque. O Norte também alertou sobre a guerra várias vezes nas últimas semanas.

http://dailycaller.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário