13 de abril de 2017

Japão teme ataque com gás sarin por parte da Coréia do Norte

Coréia do Norte pode ser capaz de atacar com  míssil carregado de sarin: Alerta o Japão




A Coreia do Norte pode ter a capacidade de lançar uma ogiva carregada com gás nervoso de sarin, disse o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, na quinta-feira (13 de abril), à medida que as tensões aumentam sobre os programas nucleares e de mísseis do país.Sarin tem sido usado em ataques domésticos mortais no Japão, notadamente em 1995, quando o culto Aum Suprema Verdade lançou no metrô de Tóquio matando 13 pessoas e enojando 6.000 outros."Existe a possibilidade de a Coréia do Norte já ser capaz de entregar (através de mísseis) uma ogiva contendo sarin", disse Abe a um comitê parlamentar de diplomacia e defesa, referindo-se ao agente venenoso.Suas declarações foram relatadas pela emissora pública NHK e principais jornais nacionais. Abe não elaborou ou dizer onde obteve a informação, de acordo com os relatórios.As tensões na península coreana aumentaram nos últimos dias em meio a preocupações de que Pyongyang pode estar prestes a executar seu sexto teste nuclear e quando um grupo de ataque liderado por porta-aviões dos EUA se dirige para a região.Originalmente concebido como um pesticida, o sarin foi usado pelo regime do ditador iraquiano Saddam Hussein para matar milhares de curdos na cidade de Halabja, no norte do país, em 1988.
Os EUA acreditam que o governo sírio empregou um agente nervoso semelhante ao sarin em um ataque mortal no noroeste do país na semana passada.

O culto Aum Suprema Verdade também usou o agente nervoso em um ataque de 1994 na cidade japonesa de Matsumoto, matando sete pessoas.

AFP / ek

Nenhum comentário:

Postar um comentário