6 de abril de 2017

Para Rússia episódio do ataque a gás na Síria não afeta relações com EUA

Kremlin: A declaração de Trump de que a Rússia está ligada ao ataque a gás não afetará os laços com os EUA

DEBKAfile 6 de abril de 2017, 16h55 (IDT)

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse na quinta-feira que os laços do seu país com os EUA não seriam fortemente afetados pelas declarações do presidente Donald Trump de que a Rússia é parcialmente responsável pelo ataque mortal de terça-feira contra a Síria. Ele disse que os desentendimentos, incluindo os profundos, têm sido uma parte constante das relações EUA-Rússia nos últimos anos e é por isso que pontos significativos de contenção sobre a Síria não pode ter um efeito importante sobre os laços bilaterais. Ainda assim, Moscou acredita que "uma abordagem mais equilibrada é necessária", disse Peskov.
Entretanto, o vice-ministro das Relações Exteriores, Sergey Rybakov, afirmou: "Insistimos, e declaramos isso com total confiança, que nenhuma arma química fora usada sob qualquer forma, fossem substâncias tóxicas, fossem produtos químicos caseiros, como o cloro, em algum ponto na Síria ".

Nenhum comentário:

Postar um comentário