23 de março de 2017

Forças pró-iranianas no Iraque ameaçam EUA

As Forças Populares do Iraque alertam que irão alvejar as forças dos EUA se não deixarem o Iraque após a derrota do ISIS

Mideast Islamic State Syrian Stronghold
O porta-voz e um comandante sênior das forças populares do Iraque Kata'ib Hezbollah (Batalhões do Hezbollah), Jafar al-Hosseini, advertiu que o grupo irá alvejar as forças dos EUA se não deixarem os territórios iraquianos após a aniquilação dos terroristas do ISIL.
"Se as forças dos EUA se abstiverem de deixar os territórios iraquianos depois da aniquilação do grupo terrorista ISIL, a resistência islâmica do Iraque irá atingi-los", disse Hosseini à agência de notícias da República Islâmica na terça-feira.
Observando que as forças dos EUA estão protegendo em vez de lutarem contra os terroristas da ISIL no Iraque, ele disse que os americanos aumentaram suas atividades no Iraque nos últimos dias por meio de seus conselheiros militares o número de seus vôos e querem abrir algum espaço para si Anti-ISIL para poder prestar mais apoio ao grupo terrorista.
Al-Hosseini descreveu o ISIL e os EUA como dois lados da mesma moeda, e disse que a presença dos americanos em Mosul não tem como objetivo erradicar a ISIL, pois planejam garantir sua implantação na região após a expulsão do ISIL.
Ele disse que o ISIL foi criado e alimentado pelos EUA, e acrescentou que Washington quer enganar o mundo novamente e se apresentar como um parceiro na guerra anti-ISIL.
Suas declarações foram feitas depois que um comandante do Hashd al-Shaabi (comandante iraquiano) disse que as tropas norte-americanas ajudaram o comandante-chefe da ISIL, Abu Bakr al-Baghdadi, a escapar da parte ocidental da cidade de Mosul, no norte do Iraque.
"As forças dos EUA prepararam o caminho para que o líder da ISIL (Abu Bakr al-Baghdadi) fuja do Mossul ocidental para a região de Al-Qayravan", disse Javad al-Tayebavi.
"Nossa unidade de inteligência confirmou que al-Baghdadi está se movendo entre a região de al-Qayravan e al-Hazar, no sul de Mosul", acrescentou.

A fonte original deste artigo é Fars News Agency

Nenhum comentário:

Postar um comentário