13 de maio de 2017

Maior ataque hacker atinge diversos países

UND: Amigos por estes dias estarei com postagens reduzidas em meu blog. Estou com dias um tanto corridos aqui, mas vou postando mesmo assim.
Um forte abraço a todos.

Ataque Global hacking atinge 99 países 

DEBKAfile Relatório Especial 13 de maio de 2017, 08:53 (IDT)


Cerca de 100 países foram atingidos na sexta-feira, 12 de maio, por extorsionadores cibernéticos que acreditavam estar usando uma ferramenta roubada da NSA dos EUA para infectar os computadores de cerca de 75 mil vítimas, principalmente na Grã-Bretanha, Espanha, Rússia, Ucrânia e Taiwan. No maior cyber assalto de resgate global conhecido até hoje, hackers desconhecidos enganaram as vítimas para abrir anexos maliciosos de malware a emails de spam que pareciam conter faturas, ofertas de trabalho, avisos de segurança e outros arquivos legítimos. Eles exigiram resgate de US $ 300 a US $ 600 para restaurar o acesso - algumas vítimas pagas na moeda digital bitcoin.Em abril, um grupo que se chamava Shadow Brokers teria roubado a ferramenta da NSA, mas pode ter se espalhado para outros hackers.Os ataques mais disruptivos foram relatados na Grã-Bretanha, onde dezenas de hospitais e clínicas tiveram que desviar pacientes. Na Rússia, eles visaram o Ministério do Interior e muitas delegacias de polícia em todo o país.Apenas um pequeno número de organizações com sede nos Estados Unidos foi atingido porque os hackers parecem ter começado a campanha visando organizações na Europa, disse Vikram Thakur, gerente de pesquisa da fabricante de software de segurança Symantec. Quando eles voltaram sua atenção para os Estados Unidos, os filtros de spam identificaram a nova ameaça e marcaram os e-mails carregados de ransomware como maliciosos. O departamento de Homeland dos EUA ofereceu-se para compartilhar informações com parceiros nacionais e estrangeiros.Empresas de segurança privada identificaram o ransomware como uma nova variante do "WannaCry" que tinha a capacidade de se espalhar automaticamente em grandes redes explorando um bug conhecido no sistema operacional Windows da Microsoft.As autoridades espanholas confirmaram que o ransomware está se espalhando pela vulnerabilidade, chamada "EternalBlue", e aconselhou as pessoas a usarem um patch atualizado da Microsoft, publicado em março.A Kaspersky Lab diz que embora o ransomware do WannaCry possa infectar computadores mesmo sem a vulnerabilidade, o EternalBlue é "o fator mais significativo" no surto global. Possui um módulo "hunter", que busca PCs em redes internas. "Assim, por exemplo, se o seu laptop está infectado e você foi a uma cafeteria, ele se espalhou para PCs na cafeteria, de lá para outras empresas"."Este é um dos maiores ataques de ransomware globais a comunidade cibernética já viu", disse Rich Barger, diretor de pesquisa de ameaças com Splunk, uma das empresas que ligou WannaCry para a NSA

Nenhum comentário:

Postar um comentário