20 de maio de 2017

Venezuela

Maduro informa Putin sobre medidas para resolver crise na Venezuela


Os protestos em larga escala, causados pela complexa situação econômica e confronto entre o parlamento e o governo comunista, estouraram na Venezuela em abril


A demonstrator holds a Venezuelan flag in Caracas, Venezuela

Um manifestante detém uma bandeira venezuelana em Caracas, Venezuela

© AP Photo/Ariana Cubillos

MOSCOU, Maio. Tass O líder russo Vladimir Putin manteve uma conversa telefônica com o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, que informou sobre a situação no país e as medidas que estão sendo tomadas para resolver a crise interna, informou o serviço de imprensa do Kremlin em comunicado.

Grandes protestos, causados ​​por uma situação econômica complexa e o confronto entre o parlamento e o governo, estão acontecendo na Venezuela desde abril. De acordo com uma organização não governamental, mais de 945 protestos ocorreram em 9 de maio. Os últimos relatórios dizem que 46 pessoas morreram e cerca de 1.000 ficaram feridas durante os protestos. Ativistas de direitos humanos afirmam que mais de 2.300 manifestantes foram detidos.
"O presidente russo desejou o sucesso do governo venezuelano em seus esforços para normalizar a situação no país, enfatizando a necessidade de resolver questões em plena conformidade com as leis do país", diz a declaração.
Putin e Maduro também discutiram questões urgentes sobre a parceria estratégica russo-venezuelana, bem como a implementação de projetos mutuamente benéficos em vários campos, acrescentou o serviço de imprensa do Kremlin.
A conversa telefônica foi iniciada pela Venezuela.



Um comentário:

  1. Está na hora da Rússia parar de dialogar e começar a agir para não perder seus aliados internacionais,ficar apenas observando e não meter a mão na massa igual ao caso do Donbass é um erro ao meu ver.

    ResponderExcluir