15 de fevereiro de 2017

OTAN

Adoeça ou Cure : O Chefe do Pentágono Mattis insta os Aliados da OTAN a aumentar as despesas



O chefe do Pentágono James "Cachorro bravo" Mattis disse que os membros da OTAN devem aumentar os gastos de defesa até o final do ano.

Retired U.S. Marine Corps General James Mattis testifies before a Senate Armed Services Committee hearing on his nomination to serve as defense secretary in Washington, U.S. January 12, 2017

"Não pode mais o contribuinte americano ter uma participação desproporcional na defesa dos valores ocidentais", disse Mattis, citado pela AFP em declarações preparadas aos seus homólogos na sede da OTAN em Bruxelas.
"Se suas nações não querem ver a América moderar seu compromisso com esta aliança, cada uma de suas capitais precisa mostrar apoio para a nossa defesa comum".

No início do dia, o secretário de Defesa norte-americano, James Mattis, disse que a Otan continua sendo "um alicerce fundamental" para Washington e para a comunidade transatlântica.

A aliança continua a ser um alicerce fundamental para os Estados Unidos e para toda a comunidade transatlântica, unida como estamos juntos. Como afirmou o presidente [Donald] Trump, ele tem um forte apoio à OTAN ", disse Mattis em conferência de imprensa.

Durante a sua campanha eleitoral presidencial, Trump declarou repetidamente que a OTAN se tornou obsoleta e ameaçou diminuir o apoio dos Estados europeus da OTAN, que não cumprem suas obrigações como parte da aliança militar, particularmente na esfera de gastos com defesa.

A primeira-ministra do Reino Unido, a Theresa May, conseguiu garantir o compromisso de Donald Trump de apoiar plenamente a OTAN.
Durante uma conferência de imprensa realizada em 27 de janeiro, quando o primeiro-ministro do Reino Unido visitou Trump na Casa Branca, conseguiu que o presidente dos EUA apoiasse a aliança militar, o que contradiz sua visão de que a OTAN é "obsoleta" Que ele expressou na véspera das eleições nos EUA.

Os aliados da OTAN deveriam levar sua parte proporcional do custo para a defesa da aliança, disse o secretário de defesa dos EUA.

"É uma exigência justa que todos os que se beneficiam da melhor defesa do mundo carregam sua parte proporcional do custo necessário para defender a liberdade e nunca devemos esquecer que, em última análise, é a liberdade que defendemos aqui na OTAN", disse Mattis a repórteres.


Nenhum comentário:

Postar um comentário