21 de fevereiro de 2017

Síria volta a protestar sobre ingerência turca no país

Damasco revela a localização da principal base turca dentro da Síria

Turkey-Syria
O Ministério Sírio dos Negócios Estrangeiros renovou os apelos ao Conselho de Segurança da ONU para o fim imediato das violações da soberania síria pelas Forças Armadas turcas. O Ministério também publicou uma lista de todas as violações ocorridas desde Dezembro passado.
A carta, endereçada ao Secretário-Geral da ONU e ao Presidente do Conselho de Segurança da ONU, menciona incursões ilegais no território sírio, construção de um muro dentro das chamadas zonas-tampão turcas (que existem no território soberano da Síria), destruição de A propriedade pertencente aos cidadãos sírios, como o arranque de centenas de oliveiras, a fim de construir estradas para os tanques do exército turco (como recentemente visto na aldeia de Qljabreen, na região de Azaz, na província de Aleppo) eo apoio ilegal do terrorista Grupos que são leais ao regime em Ankara.

A carta afirma ainda que as autoridades turcas estabeleceram recentemente uma base militar no território sírio, mais precisamente na aldeia de Jtrar, ao norte da cidade de Tal Rifaat, situada na província de Aleppo.
A base inclui a sede para o pessoal do exército turco e seus aliados que estão estacionados no solo sírio e estão alegadamente envolvidos na chamada "Operação Escudo Euphrates". Os depósitos da munição estão sendo mencionados também. A letra lê:
"O governo sírio renova os apelos ao Conselho de Segurança da ONU para que mantenha suas responsabilidades e atue de acordo com o Direito Internacional e pressionar a Turquia a fim de impedir as violações da soberania e integridade territorial da República Árabe da Síria. "

- Al Binaa - traduzido por Samer Hussein -
A fonte original deste artigo é Fort Russ 

Nenhum comentário:

Postar um comentário