26 de fevereiro de 2015

Ataques aéreos liderados por EUA matam lideranças do ISIS

'Comandantes Seniores do  ISIS mortos em ataques aéreos no Iraque , paradeiro de líder Al Baghdadi desconhecido'

  Um número de proeminentes combatentes  do ISIS foram mortos nesta Quinta-feira em intensos ataques aéreos pela coalizão liderada pelos EUA contra o grupo terrorista na cidade iraquiana de al-Qaim , próxima a fronteira com a Síria , Al Arabiya reportou.

Não está claro se o líder máximo do ISIS, xeque Abu Bakr al-Baghdadi teria se ferido nos ataques , no entanto foi reportado que ele estava em rota pela área .

Os ataques aéreos a 5 alvos localizados do Estado Islâmico se basearam em informes de inteligência precisos,de acordo com a informação.

Al Arabiya reportou que dezenas de membros e lideranças da Organização terrorista foram mortos no ataque aéreo. Uma fonte de um hospital disse à Reuters que finalmente 17 militantes do Estado Islâmico foram mortos na última noite em  al-Qaim e 29  militantes adicionais estariam feridos .

Muitas instituições e construções do ISIS em  al-Qaim foram destruídos nos ataques aéreos.  O grupo instruiu os moradores locais a não saírem de suas casas após os ataques da coalizão.
De acordo com um repórter,reforço do Estado Islâmico da Síria foram chamados para al-Qaim, no rescaldo do ataque para ajudar a evacuar os mortos e feridos.

O Syrian Observatory for Human Rights reportou na Segunda-Feira que  1,465  membros do Estado Islâmico  teriam sido mortos por ataques aéreos liderados pelos EUA desde 23 de Setembro de 2014.
Outros  1,000 civis também foram mortos nos ataques, o grupo baseado em Londres reportou.Centenas a mais foram feridos nos ataques aéreos entre eles 62 civis .  8  dos civis feridos eram crianças.
O observatório enfatizou que os números apresentados são apenas de casos documentados , dizendo que o numero é provavelmente muito maior se os casos não documentados fossem levados em conta.
Tradução do original em Inglês para o Português por Daniel Lucas-UND
http://www.jpost.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário