19 de dezembro de 2016

Breaking:

Embaixador russo é morto a tiros na Turquia

Diplomata foi atacado quando inaugurava exposição de fotos em Ancara

O momento do ataque contra o embaixador russo. EPV
O embaixador russo em Ancara (Turquia), Andrei Karlov, morreu nesta segunda-feira ao ser alvejado por um agressor ainda não identificado, segundo confirmou o Ministério das Relações Exteriores da Rússia. O diplomata foi atacado durante uma visita a uma exposição de fotografias, A Rússia Vista pelos Turcos, na capital turca, segundo imagens emitidas pelos canais de TV locais. O agressor, uim policial de 22 anos, segundo as autoridades turcas, gritou "Alá é grande, Alá é grande. Aleppo, vingança", como se pode escutar no vídeo do incidente. Outras três pessoas ficaram feridas, e o autor dos disparos foi abatido pelas forças de segurança turcas, informou o canal russo NTV.
As fontes da embaixada russa em Ancara indicam que pode se tratar de um ataque de radicais islamistas. O incidente ocorre na véspera de uma reunião em Moscou entre os ministros de Relações Exteriores da Rússia, Irã e Turquia para tratar do cessar-fogo em Aleppo, norte da Síria.
O atacante chegou ao Centro de Arte Contemporânea de Cankaya, em Ancara, vestido com uniforme de guarda de segurança, informou o jornal Hürriyet.
Andrei Karlov nasceu em 1954 em Moscou e trabalhava na embaixada russa na Turquia desde julho de 2013. Antes, havia sido embaixador na Coreia do Sul.
A Rússia e a Turquia tinham retomado pouco a pouco sua relação, que havia sido congelada depois que o exército turco derrubou um avião de combate russo em 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário